EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Lei polaca é "ferramenta de sensibilização nacional"

Lei polaca é "ferramenta de sensibilização nacional"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Historiador e jornalista húngaros criticam projeto lei de Varsóvia que impede penalização de polacos por colaboração com o regime nazi

PUBLICIDADE

Multiplicam-se as críticas à decisão de Varsóvia de avançar com o projeto lei que impede que os polacos sejam penalizados por colaboração com o regime nazi e rejeita a designação "campos de concentração polacos".

A euronews falou, em Budapeste, com o historiador húngaro László Karsai, que diz tratar-se de uma falsificação da História:

"É inaceitável para mim, como historiador e pessoa liberal, ameaçar alguém com a prisão, só porque exprime as suas opiniões, baseadas em dados de pesquisa. Os legisladores polacos adotaram a via turca: estão a falsificar a sua própria história. Na Turquia, pode obter-se 3 anos de prisão por dizer que houve um genocídio arménio na Turquia."

O jornalista húngaro András Domány é especializado em política polaca e considera que o governo em Varsóvia está a fazer uma instrumentalização do caso:

"Eles usam a História como uma forma de fazer política. Não é considerada uma ciência pelo governo polaco, é uma ferramenta de sensibilização nacional. Eles querem pôr fim a todos os debates acerca de como alguns polacos colaboraram com o regime nazi ou participaram na matança de judeus."

A questão também é sensível na Hungria: mais de meio milhão de judeus húngaros perderam a vida no Holocausto.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ameaças da Rússia preocupam flanco leste da NATO

Polónia: Explosão em fábrica de armamento provoca 1 morto

Donald Tusk em campanha para as europeias reúne milhares de apoiantes em Varsóvia