EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Trump: "Ele é um dos maiores mentirosos de Washington"

Trump: "Ele é um dos maiores mentirosos de Washington"
Direitos de autor reuters
Direitos de autor reuters
De  Ana Serapicos
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Donald Trump sobre o representante democrata Adam Schiff, depois do congresso aprovar memo democrata

PUBLICIDADE

A luta entre republicanos e democratas não parece chegar ao fim. O segundo memo, desta vez elaborado pelos democratas, já foi aprovado pelo congresso e já está nas mãos de Donald Trump.

O documento dirigido por Adam Schiff, representante do partido democrata, anuncia falhas no primeiro relatório, falhas que os democratas consideram ter havido no documento apresentado pelos republicanos há duas semanas, o qual acusava o FBI de usar poder contra o presidente norte-americano.

Schiff diz que não quer que o documento democrata seja alvo de censura.  

"Queremos assegurar que a Casa Branca não redirecione o nosso documento para fins políticos. Isso é a nossa maior preocupação. A maioria de nós sentiu-se numa situação insuportável pelo facto dos republicanos terem submetido um relatório enganador e por terem recusado uma posição demoracta nele."

Donald trump não demorou a reagir. Através das redes sociais, o presidente norte-americano chamou o representante democrata de mentiroso e voltou a defender Devin Nunes, representante republicano no congresso.

"Pequeno Adam Schiff, que está desesperado por candidatar-se a um escritório superior, é um dos maiores mentirosos em Washington, bem como Comey, Warner, Brennan e Clapper! Adam abandona audiências à porta fechada para divulgar ilegalmente informação confidencial. Deve ser parado!", escreveu o presidente norte-americano. 

"Representante Devin Nunes, um homem de tremenda coragem e caráter, pode ser reconhecido um dia como um Grande Herói Americano por aquilo que expôs e pelo que teve de suportar!", disse Donald Trump sobre o representante republicano. 

Quanto ao documento democrata, já está na secretária do Trump, o qual tem cinco dias para decidir se este sai ou não a público.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump quer parada militar à francesa

Trump autoriza divulgação de relatório que abre 'guerra' com o FBI

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"