Última hora

Última hora

"Renovação": o novo partido anti-Brexit

Em leitura:

"Renovação": o novo partido anti-Brexit

"Renovação": o novo partido anti-Brexit
Tamanho do texto Aa Aa

O negociador europeu para a saída do Reino Unido da UE, Michel Barnier, diz que o acordo sobre o período de transição pós-Brexit foi colocado em questão por causa das exigências do Reino Unido e está longe de ser uma garantia.

Música para os ouvidos de muitos apoiantes anti-Brexit que querem a realização de um segundo referendo.

Esta é a posição do recém-fundado partido de centro-esquerda Renovação. Sandra Khadhouri, uma das fundadoras da formação, diz que muitas pessoas estão insatisfeitas com a forma como o Governo está a gerir as negociações e que poderiam repensar o dossier do "Brexit."

"Penso que é inevitável que a falsa promessa do 'Brexit' venha a lume bem como o facto de que não podemos ter o nosso bolo e comê-lo. Essas contradições estão a vir à tona e as pessoas estão a perceber. Estamos a ver que a maré está a mudar. O que queremos dizer às pessoas é que agora sabemos mais e podemos tomar uma decisão diferente", sublinhou Sandra Khadhouri.

Os defensores do "Brexit" continuam convencidos de que o processo é irreversível. Para o eurodeputado do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), Ray Finch, um segundo referendo teria o mesmo resultado: "É completamente possível. Pode acontecer. Mas mesmo se acontecer o povo britânico vai olhar e dizer: porque é que não nos ouvem. Queremos um Reino Unido livre e independente. Vocês e a lista dos vossos amigos elitistas podem partir."

O novo partido foi comparado com a formação "En Marche" do Presidente Emmanuel Macron. Por agora a vitória ainda parece uma miragem.