Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Braço-de-ferro entre Chipre e Turquia por causa de gás natural

Braço-de-ferro entre Chipre e Turquia por causa de gás natural
Tamanho do texto Aa Aa

O Chipre acusa o Exército turco de impedir que o navio Saipem 12000 inicie os trabalhos de prospeção de gás natural no Mediterrâneo Oriental.

Ancara já se fez ouvir a este propósito. Do ministério turco dos Negócios Estrangeiros chegou uma condenação que fala numa atividade "unilateral" e que não respeita os direitos do povo turco-cipriota em matéria de recursos naturais.

A embarcação, contratada pela petrolífera italiana ENI, foi intercetada na passada sexta-feira por um navio militar turco. Navegava para uma zona específica a sudeste da ilha, mas não chegou ao destino final devido a alegadas atividades militares turcas na área.

O Presidente cipriota Nicos Anastasiades disse que a Turquia violou a lei internacional ao bloquear a embarcação e que tomaria as "medidas necessárias", mas sem contribuir para uma escalada de tensão.

Ancara fala numa provocação uma vez que parte da ilha é controlada pelos turcos e não há acordo quanto à Zona Económica Exclusiva do país.