Kei Saito é o primeiro caso de "doping" das Olimpíadas de Inverno

Kei Saito é o primeiro caso de "doping" das Olimpíadas de Inverno
Direitos de autor REUTERS/Christian Forcher
Direitos de autor REUTERS/Christian Forcher
De  Miguel Roque Dias com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O patinador de velocidade acusou acetazolamida, um diurético que pode mascarar a ingestão de outras substâncias ilícitas utilizadas para aumentar os resultados desportivos.

PUBLICIDADE

O japonês Kei Saito é o primeiro caso oficial de doping nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018 que ocorrem em Pyeongchang, na Coreia do Sul, informou esta terça-feira o Tribunal Arbitral do Desporto.

Num controlo antidopagem, o patinador de velocidade acusou acetazolamida, um diurético que pode mascarar a ingestão de outras substâncias ilícitas utilizadas para aumentar os resultados desportivos.

O chefe da delegação japonesa defendeu o atleta e nega que Saito tenha tomado qualquer medicamento. Yasuo Saito afirmou que "não há nenhum benefício ou qualquer motivação para o próprio atleta tomar essa substância".

O patinador foi testado a 4 de fevereiro, na aldeia olímpica. Kei Saito disse, já, estar "extremamente chocado" com os resultados. Um sentimento partilhado pelo treinador, Tsutomu Kawaski.

"Estou surpreendido e consternado, é tudo o que posso dizer sobre isso. Como Kei Saito mostrou o seu talento numa idade jovem e quando ele competia na liga júnior, ele foi muito educado e também treinado contra o doping. Por isso, acredito que Kei Saito tem uma consciência muito elevada de antidoping, por isso, vai além da minha compreensão como é que as suas amostras possam ser positivas".

Kei Saito foi suspenso e deverá ser substituído, esta terça-feira, na prova de estafetas dos 5.000 metros masculinos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Simona Halep pode regressar à competição

Patinadora russa Kamila Valieva suspensa quatro anos por doping

Campeã olímpica Caster Semenya ganha recurso contra testosterona no atletismo