A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Conferência de segurança analisará papel europeu na defesa

NATO reunida ao nível dos ministros da Defesa, em Bruxelas
NATO reunida ao nível dos ministros da Defesa, em Bruxelas -
Direitos de autor
REUTERS/Francois Lenoir
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O futuro papel da União Europeia como ator global ao nível da defesa e suas relações com a Rússia e os Unidos Estados é um dos temas de mais uma Conferência de Segurança de Munique, na Alemanha, que começa sexta-feira.

"A ideia de que a Rússia pode ameaçar diretamente a Europa não faz sentido"

Sven Biscop Analista, Instituto Egmont

Estarão presentes cerca de 600 líderes, incluindo o secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, que esteve na sede da NATO, em Bruxelas, esta semana, para se reunir com os homólogos.

Mas se é compreensível o apelo norte-americano para maior investimento europeu, faz sentido que a ameaça russa seja o pretexto para aumentar a capacidade defensiva?

"A ideia de que, de alguma forma, a Rússia pode ameaçar diretamente a Europa não faz sentido", disse, à euronews, Sven Biscop, perito em defesa no Instituto Egmont, em Bruxelas.

"A única maneira através da qual a Rússia poderia ser uma ameaça para a Europa é se a Europa se enfraquecer a si própria. Se abrimos uma fissura nessa unidade, e alguns governos continuam a sabotar a tomada coletiva de decisões, então estaremos a abrir uma porta para os russos que os próprios russos nunca poderiam abrir", explicou.

Os desafios colocados pelo aumento dos fluxos migratórios e os conflitos no Médio Oriente, em particular na Síria, são outros temas em destaque no encontro de três dias.