Ghouta debaixo de fogo pelo quarto dia consecutivo

Ghouta debaixo de fogo pelo quarto dia consecutivo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os bombardeamentos terão provocado, no espaço de quatro dias, cerca de 1300 vítimas

PUBLICIDADE

A região de Ghouta, nos arredores de Damasco está debaixo de fogo pelo quarto dia consecutivo. Indiferente aos apelos da comunidade internacional, o regime de Bashar Al Assad continua a bombardear o bastião rebelde.

De acordo com o Observatório sírio dos Direitos Humanos, os ataques desta quarta-feira fizeram disparar para cerca 1.300 o número de vítimas na região, no espaço de quatro dias. Um número que promete não ficar por aqui já que vários hospitais foram destruídos nos bombardeamentos desta terça-feira.

As Nações Unidas consideram que a situação em Ghouta é "inaceitável" e avisam que os bombardeamentos podem constituir um crime de guerra.

Cerca de 400 mil pessoas vivem no enclave sob cerco regime, desde 2013.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bombardeamentos turcos contra milícias curdos faz pelo menos 20 mortos

Turquia acusa Israel de novo "crime contra a Humanidade"

Guerra na Ucrânia: Kiev derruba um A-50, Moscovo ataca Odessa