EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Rússia conquista primeiro ouro em Pyeongchang

Rússia conquista primeiro ouro em Pyeongchang
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em patinagem artística, programa livre, a russa Alina Zagitova, conseguiu subir ao ponto mais alto do pódio. A sua compatriota Evgeniia Medvedeva foi medalha de prata e a canadiana Kaetlyn Osmond foi bronze.

PUBLICIDADE

Finalmente, os atletas olímpicos russos conquistaram uma medalha de ouro em Pyeongchag. Em patinagem artística, programa livre, a russa Alina Zagitova, de apenas 15 anos, conseguiu subir ao ponto mais alto do pódio na Coreia do Sul. A sua compatriota Evgeniia Medvedeva foi medalha de prata. A canadiana Kaetlyn Osmond ficou com o bronze. A brasileira Isadora Williams acabou na vigésima quarta posição.

Em Pyeongchang, no biatlo masculino, aguardava-se que o título olímpico fosse discutido entre a Noruega, a França e a Alemanha mas, sexta-feira, a equipa sueca resolveu trocar as voltas aos que eram apontados como favoritos e acabou por conquistar o ouro. A Noruega foi medalha de prata, enquanto a equipa alemã se ficou pelo bronze e a França teve de se contentar com o quinto lugar, depois da Áustria que foi quarta classificada.

No esqui cross feminino, a competição foi marcada pelo domínio do Canadá. Kelsey Serwa foi a primeira e ganhou a medalha de ouro à frente da compatriota Brittany Phelan que conquistou a medalha de prata. A suíça Fanny Smith ocupou o terceiro lugar do pódio. Dois dias após Brady Leman ser coroado na competição masculina, o domínio do Canada na disciplina é total.

Na patinagem de velocidade, o holandês Kjeld Nuis controlou bem os nervos e conquistou o titulo dos 1.000 metros, repartindo o pódio com o norueguês Harvard Lorentzen e o sul-coreano Kim Tae-Yun, prata e bronze, respetivamente. Kjeld Nuis, que já tinha conquistado o ouro nos 1500 metros, soma, assim, duas medalhas de ouro em PYeongchang

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia ainda sem saber se vai desfilar com a bandeira do país

Alpes Franceses e Salt Lake City irão sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2030 e 2034

2022, o ano em que Federer e Serena disseram adeus