Última hora

Última hora

Maioria do Parlamento catalão defende Puigdemont

Em leitura:

Maioria do Parlamento catalão defende Puigdemont

Maioria do Parlamento catalão defende Puigdemont
@ Copyright :
REUTERS/Albert Salame
Tamanho do texto Aa Aa

A maioria do parlamento catalão aprovou, esta quinta-feira, uma resolução que defende Carles Puigdemont com "candidato legítimo do parlamento à presidência da Generalitat", o executivo regional. A maioria parlamentar mostrou-se também favorável à "criação de uma Catalunha como Estado independente". Ainda assim, foi decidido não se ratificar a declaração de independência, votada e aprovada a 27 de outubro de 2017, como proposto pelo movimento de extrema-esquerda Candidatura de Unidade Popular.

Esta tomada de posição do parlamento, de maioria independentista, surge depois de várias semanas de bloqueio político na Catalunha e depois do Tribunal Constitucional espanhol proibir uma investidura à distância de Puigdemont, que se encontra na Bélgica.

A lista "Juntos pela Catalunha", liderada pelo ex-chefe do governo regional catalão, afastado por Madrid, foi a mais votada, entre as formações independentistas nas eleições antecipadas de 21 de dezembro. Elegeu 70 dos 135 deputados regionais. Um escrutínio em que o vencedor foi o Ciudadanos.