Última hora

Última hora

Trump aumenta taxas de importação de metais

Em leitura:

Trump aumenta taxas de importação de metais

Trump aumenta taxas de importação de metais
Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump anunciou que vai impor taxas às importações de aço e alumínio, para apoiar os produtores norte-americanos e aumentar o número de postos de trabalho.

O Presidente dos Estados Unidos da América quer que seja imposta uma taxa de 25% sobre as importações de aço e 10% sobre o alumínio, a partir da próxima semana.

O anúncio foi feito na Casa Branca durante um encontro com executivos de empresas produtoras e transformadoras dos dois metais.

"Novamente, o que foi permitido durante décadas é vergonhoso. É vergonhoso. Quando se chega a um ponto em que nosso país não pode produzir alumínio e aço, tal como alguém já o disse anteriormente, e eu também o digo, não se tem um grande país. Porque sem aço e alumínio o país não é o mesmo," afirmou Donald Trump.

Depois das declarações de Trump, Wall Street registou uma queda acentuada, com os investidores receosos com possíveis retaliações dos parceiros comerciais norte-americanos.

A medida procura atingir as importações de metais da China, contudo acaba por afetar parceiros norte-americanos como o Canadá e Estados Europeus.

Alguns analistas antecipam uma guerra comercial entre os Estados Unidos e a Europa.

De recordar que o aumento da produção externa, especialmente chinesa, levou à diminuição dos preços, o que afetou os produtores norte-americanos e criou uma situação que o Departamento do Comércio diz representar uma ameaça à segurança nacional.

A imposição de taxas, que pode aumentar a tensão entre os Estados Unidos e a China, leva a que os críticos da medida temam que outros países retaliem ou utilizem a segurança nacional como pretexto para a criação de taxas semelhantes.

A decisão é também criticada devido ao expectável aumento dos preços, que prejudicará as construtoras de automóveis do país e outras empresas que usem aço ou alumínio.

.