EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Steinmeyer propõe reeleição de Merkel já amanhã

Steinmeyer propõe reeleição de Merkel já amanhã
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente alemão anunciou intenção de apresentar proposta na câmara baixa do Parlamento, depois de voto favorável de militantes do SPD a grande coligação

PUBLICIDADE

O presidente alemão Frank-Walter Steinmeyer vai propôr já esta segunda-feira a reeleição de Angela Merkel como chanceler na câmara baixa do Parlamento, depois dos militantes do Partido Social Democrata (SPD) terem votado a favor da aliança com o bloco conservador da atual chefe do governo.

Os 66,02% de votos a favor do "sim" permitem renovar a grande coligação entre o SPD e a CDU/CSU que governa a Alemanha desde 2013, pondo fim a quatro meses de incerteza política na primeira economia europeia.

O líder interino do SPD, Olaf Scholz, afirmou em conferência de imprensa que o partido pretende colocar 6 ministros no próximo executivo, 3 homens e 3 mulheres.

Os social-democratas prometem estar de olho nos parceiros de governo e o líder da juventude do SPD precisou que a sua própria formação também será vigiada. Kevin Kuehnert disse que tentarão "garantir que as declarações não-vinculantes de intenções se transformam em políticas concretas" e exigir "que o debate e argumentação política regressem finalmente ao partido e à sociedade".

A reação de Merkel ao voto não se fez esperar. Através do Twitter, a chanceler felicitou o SPD "por este resultado claro" e disse estar ansiosa "para continuar a colaboração pelo bem do país".

Nas ruas de Berlim, uma jovem reage com ceticismo, afirmando que "vai haver uma repetição da coligação, formando-se um governo sem grandes mudanças, e isso pode tornar-se ainda mais evidente nas próximas eleições, quando os partidos dos extremos obtiverem mais votos".

O presidente francês, Emmanuel Macron, classificou o resultado da consulta do SPD como "boas notícias para a Europa".

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Parlamento alemão debate violência no país e condena ataque contra Robert Fico

Borrell compara destruição em Gaza com danos causados nas cidades alemãs na Segunda Guerra Mundial

Três alemães detidos por suspeitas de espiarem para a China