EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Morreu o "contabilista de Auschwitz"

Morreu o "contabilista de Auschwitz"
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Oskar Gröning morreu aos 96 anos, depois de ter sido condenado a 4 anos de prisão em 2015 por cumplicidade na morte de 300 mil judeus. Nunca chegou a cumprir pena de prisão nem a atingir "a paz interior" em vida, como declarou à imprensa.

PUBLICIDADE

Morreu Oskar Gröning, 96 anos, cúmplice da morte de 300 mil judeus, conhecido como o contabilista de "Auschwitz".

Gröning foi condenado em 2015 a 4 anos de prisão, de que cumpriu nenhum devido a problemas legais e ao frágil estado de saúde.

Em tribunal, assumiu "culpa moral" pelo que fez em Auschwitz onde contava o dinheiro tirado às vítimas.

Em 1985, o passado que nunca o deixou encontrar paz interior, como declarou à imprensa antes do julgamento, encontrou-se com ele. Um membro do clube de colecionadores de selos que frequentava emprestou-lhe um livro em que o Holocausto era negado. Devolveu-o com uma mensagem que dizia: "Eu vi tudo. As câmaras de gás, as cremações, o processo de seleção... Eu estive lá."

Paradoxalmente, foi o posicionamento contra a negação do Holocausto que permitiu levá-lo a julgamento.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Borrell compara destruição em Gaza com danos causados nas cidades alemãs na Segunda Guerra Mundial

Líder regional do partido de extrema-direita AfD é julgado por utilizar símbolos nazis

Centro de Colónia parcialmente evacuado devido a bomba da II Guerra Mundial