Última hora

Última hora

Morreu o "contabilista de Auschwitz"

Em leitura:

Morreu o "contabilista de Auschwitz"

Morreu o "contabilista de Auschwitz"
Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Oskar Gröning, 96 anos, cúmplice da morte de 300 mil judeus, conhecido como o contabilista de "Auschwitz".

Gröning foi condenado em 2015 a 4 anos de prisão, de que cumpriu nenhum devido a problemas legais e ao frágil estado de saúde.

Em tribunal, assumiu "culpa moral" pelo que fez em Auschwitz onde contava o dinheiro tirado às vítimas.

Em 1985, o passado que nunca o deixou encontrar paz interior, como declarou à imprensa antes do julgamento, encontrou-se com ele. Um membro do clube de colecionadores de selos que frequentava emprestou-lhe um livro em que o Holocausto era negado. Devolveu-o com uma mensagem que dizia: "Eu vi tudo. As câmaras de gás, as cremações, o processo de seleção... Eu estive lá."

Paradoxalmente, foi o posicionamento contra a negação do Holocausto que permitiu levá-lo a julgamento.