Última hora

Última hora

Papa Francisco celebra cinco anos de pontificado

Em leitura:

Papa Francisco celebra cinco anos de pontificado

Papa Francisco celebra cinco anos de pontificado
@ Copyright :
REUTERS/Tony Gentile
Tamanho do texto Aa Aa

Faz esta terça-feira cinco anos que Francisco assumiu a cadeira de Pedro e conduz os destinos da Igreja Católica.

Cinco anos de um pontificado marcado pelas denúncias de pedofilia, dramas sociais e pela oposição dentro do próprio Vaticano.

A 13 de março de 2013, o argentino Jorge e Mário Berboglio tornou-se no primeiro sumo Pontífice oriundo da América Latina, mas a verdadeira revolução estava ainda por vir.

Francisco corta com a linha do antecessor, Bento XVI, assumindo uma maneira mais simples e direta na forma como se relaciona com o exterior, sendo mais informal, mas assumindo uma postura frontal e dura, sempre que acha necessário.

O Brasil foi o destino da primeira viagem papal. Na volta Francisco surpreendeu por tocar num assunto controverso ao qual a Igreja Católica tem fugido, a homossexualidade.

"Se uma pessoa é gay, procura o Senhor e tem boa vontade, quem sou eu para julgar?", questionou Francisco.

Perante os múltiplos escândalos de pedofilia e as sucessivas denúncias de abusos de crianças por sacerdotes, Francisco manteve a mesma linha de "tolerância zero" conduzida pelo antecessor, Bento XVI, e criou uma comissão de apoio às vítimas.

No entanto, a defesa pública do bispo chileno de Osorno, Juan Barros, acusado de encobrir abusos sexuais, fez com que fosse bastante contestado durante a visita ao Chile, em janeiro deste ano.

Em 2016, em plena corrida para a Casa Branca, o Papa critica a postura do então candidato presidencial Donald Trump: "Uma pessoa que só pensa em fazer muros uma vez e outra e não em fazer pontes, não é cristã", afirma.

O encontro entre o presidente Donald Trump e o Papa Francisco ocorreu em 2017. Os dois líderes discordam em questões como a proteção ambiental, a imigração ou a venda de armas...