EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Agente russo pode ter sido envenenado à porta de casa

Casa de Skripal em Salusbury
Casa de Skripal em Salusbury
Direitos de autor 
De  Joao Duarte Ferreira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridades britânicas descrevem investigações como as mais complexas de sempre.

PUBLICIDADE

A polícia britânica afirma que o antigo agente duplo russo e a sua filha poderão ter sido expostos ao agente neuro-tóxico à porta de casa.

A investigação sobre a tentativa de assassinato de Skripal e da filha é descrita como uma das maiores e mais complexas investigações anti-terrorismo jamais conduzidas pela polícia britânica.

A polícia metropolitana afirma que 250 detetives estão a trabalhar no caso e que já foram revistas mais de 5 mil horas de imagens de vídeovigilância. Meio milhar de pessoas já teriam igualmente sido entrevistadas.

Apesar das concentrações do agente neuro-tóxico serem mais elevadas na casa do antigo agente russo, foram identificados outros locais onde foram detetados vestígios deste agente tóxico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tribunal Europeu diz que Rússia é "responsável" por morte de Litvinenko

Moscovo reage a expulsão de diplomatas da Chéquia

UE e NATO querem investigação ao envenenamento de Navalny