A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Rio de Janeiro a 'ferro e fogo' com intervenção militar

Rio de Janeiro a 'ferro e fogo' com intervenção militar
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A intervenção militar no Rio de Janeiro começa a ganhar peso nas ruas, com milhares de soldados em ação para colocar um travão na espiral da violência. A 'Cidade Maravilhosa' vive uma guerra de gangs de tráfico de droga que lutam pelo controlo de várias zonas da cidade.

O complexo de Lins, na zona norte do Rio, foi alvo nas últimas horas da maior operação desde que foi declarada a intervenção federal. Quase 4.000 homens, entre os quais 3.400 das forças armadas e 500 polícias, contaram com a ajuda de veículos blindados e aeronaves na operação.

Depois de um tiroteio entre criminosos e agentes no interior da comunidade, a intervenção do Comando Militar de Leste terminou com a detenção de 24 pessoas.

De acordo com sondagens recentes, a maioria da população do Rio defende a intervenção militar. No entanto, muitos acreditam que esta ainda não fez a diferença na luta contra a violência.