Ghouta em breve sob o controlo total do regime

Rebeldes num autocarro durante evacuação de Douma - 1 abril 2018
Rebeldes num autocarro durante evacuação de Douma - 1 abril 2018 Direitos de autor REUTERS/Bassam Khabieh
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Últimos rebeldes não confirmaram acordo de retirada anunciado pela Rússia, mas há cada vez menos insurgentes na região

PUBLICIDADE

O regime sírio prepara-se para celebrar uma vitória crucial, com a reconquista iminente do último foco da resistência na Ghouta Oriental.

A Rússia, aliada de Damasco, e a televisão estatal síria anunciaram um acordo com o grupo rebelde Jaich al-Islam, que controla o derradeiro enclave de Douma, para a sua retirada. Mas até ao momento os insurgentes não confirmaram, nem sequer reagiram ao anúncio.

O que é certo é que, face às cinco semanas de ofensiva intensa do Exército sírio, que fez mais de 1600 mortos civis, os grupos rebeldes presentes na Ghouta Oriental foram saindo uns atrás dos outros. 

Nos últimos 10 dias, mais de 45.000 pessoas, um quarto das quais combatentes, sairam da região para territórios controlados pela insurgência na província de Idlib.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado

Ataque israelita destrói consulado iraniano em Damasco e mata alta patente militar

Pelo menos três mortos, entre os quais duas crianças, na explosão de carro armadilhado na Síria