Última hora

Última hora

Lula diz que prisão imediata é "um absurdo"

Em leitura:

Lula diz que prisão imediata é "um absurdo"

Lula, à janela do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo
@ Copyright :
REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Lula da Silva tem de começar a cumprir a pena de 12 anos de prisão esta sexta-feira. Decisão do juiz federal Sérgio Moro, o responsável pela condenação em primeira instância no caso do apartamento no Guarujá.

Em entrevista à rádio CBN, o antigo presidente já veio classificar a decisão como "absurda", porque a decisão do Tribunal ainda não transitou em julgado e foi alvo de recurso. Lula afirma que a ida para a prisão é "sonho de consumo" de Sérgio Moro e de quem quer vê-lo passar "um dia preso".

Lula passou a noite na chamada Sala Presidencial, no segundo andar do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Estará acompanhado por familiares, membros da sua equipa e também pela presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann.

Recebeu ainda visitas de vários apoiantes, como Gulilherme Boulos, o pré-candidato à Presidência da República pelo PSOL nas eleições de 2018 e coordenador nacional do MTST - Movimento dos Trabalhadores Sem Teto.

No Twitter, as hashtags#LulaValeALuta e #lulalivre ganham adeptos.

Cristiano Zanin, advogado da defesa, sublinha que "a constituição impede que a sentença seja ditada antes do fim do julgamento e do veredito final".`

O juiz Sérgio Moro determinou que Lula fosse detido até às 5 da tarde desta sexta-feira, hora local. O antigo chefe do Estado não poderá ser algemado em público e poderá voluntariamente entregar-se às autoridades federais.