Última hora

Última hora

Turco Vedat Albayrak triunfa no Grande Prémio de Antália de judo

Em leitura:

Turco Vedat Albayrak triunfa no Grande Prémio de Antália de judo

Turco Vedat Albayrak triunfa no Grande Prémio de Antália de judo
Tamanho do texto Aa Aa

A World Judo Tour da Federação Internacional da modalidade prosseguiu na Turquia com uma cerimónia de abertura para marcar o arranque da segunda jornada do Grande Prémio de Antália.

Os fãs turcos tiveram, este sábado, direito a um presente especial porque o homem do dia foi o também turco Vedat Albayrak. Bateu o norte-americano Jack Hatton na final de -81 quilos. Um erro de Hatton permitiu a Albayrak assumir o controlo levando o público ao delírio. Terminou a jornada em estilo e conquistou a primeira medalha de ouro para a Turquia.

O presidente da Federação Turca de Judo, Sezer Huysuz, colocou a medalha ao peito de Albayrak.

''Conquistei a medalha de ouro e sinto-me muito bem. É fantástico. Houve uma atmosfera muito boa e cheguei à final para triunfar. Para mim é ótimo. Tenho de continuar a treinar arduamente para ganhar mais medalhas", sublinhou Albayrak.

A mulher do dia foi a sueca Anna Bernholm que se impôs sobre a canadiana Kelita Zupancic na final da categoria de -70kg. Aproveitando a oportunidade e o braço da rival, Bernholm aplicou pressão sobre a articulação do cotovelo de Zupancic, acabando por conseguir a vitória por "Ippon."

Foi o segundo ouro numa World Tour para a jovem de 27 anos, tendo ascendido à divisão de -70kg vinda da categoria de -63kg há 18 meses.

''Sinto-me muito forte na categoria de -70kg. Ganhei a medalha de ouro em Abu Dhabi e de bronze na Rússia. Conseguir este ouro, o primeiro num Grande Prémio, é uma sensação fantástica", revelou Bernholm.

Tommy Macias, o companheiro de equipa de Bernholm, também conquistou o ouro com uma vitória de choque sobre o múltiplo medalhista mundial An Chang-rim, da Coreia do Sul. Levou a melhor na categoria de -73kg com um brilhante "Sumi-Gaeshi", impondo-se por "Ippon."

A austríaca Magdalena Krssakova conquistou o ouro que faltava na segunda jornada. Mediu forças com a russa Valentina Kostenko para selar a vitória na categoria de -63kg.

O movimento do dia foi protagonizado pelo kosovar Akil Gjakova com um explosivo "Ashi-waza", bloqueando o joelho do rival e fazendo-o rodar para um "Ippon" perfeito.