Última hora
This content is not available in your region

Uma enzima que come plástico

euronews_icons_loading
Uma enzima que come plástico
Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de cienstistas diz ter criado uma enzima que consegue digerir alguns dos plásticos que mais poluem o ambiente.

A descoberta pode ajudar a combater os níveis de poluição provocados pela produção e uso de plásticos a nível industrial.

O plástico utilizado no fabrico de garrafas, por exemplo, demora centenas de anos a desaparecer, sendo dificilmente degradável.

Os investigadores tornaram a enzima mais forte com a ajuda de ámino acidos, numa tentativa de fazer com que dissolva o plástico mais facilmente.

O grupo de cientistas diz esperar que a enzima possa ser desenvolvida à escala global, o que agrada a algumas organizações defensoras do meio ambiente, que falam na necessidade urgente de reduzir a produção de plásticos.

Os resíduos de produtos fabricados em plástico encontram-se nas periferias das grandes cidades, mas também no fundo dos oceanos, desde garrafas a brinquedos, passando por embalagens.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.