Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Morreu Alfie Evans

Morreu Alfie Evans
Direitos de autor
REUTERS/Kacper Pempel
Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Alfie Evans, o bebé britânico que sofria de uma doença neurológica degenerativa, que esteve no centro de uma batalha judicial e que emocionou o mundo.

O bebé de 23 meses faleceu na madrugada deste sábado, após o hospital de Alder Hey, em Liverpool, ter desligado, na segunda-feira, os sistemas de suporte à vida, a que estava ligado, depois dos pais terem perdido todos os recursos legais em tribunal.

A notícia da morte do infante foi anunciada, no Facebook, pelos progenitores, Kate James e Thomas Evans.

Os dois confirmaram que Alfie morreu às duas horas e trinta minutos da manhã. Kate e James agradeceram o apoio e afirmaram estar destroçados.

Os pais do bebé tentaram, sem êxito, que a justiça britânica os autorizasse a levá-lo para Itália.

Todos os recursos judiciais tiveram o apoio tanto do Papa Francisco como do Governo de Roma, que concedeu a Alfie, com caráter de urgência, a nacionalidade italiana.

O Supremo Tribunal de Londres rejeitou todos os recursos interpostos pelos pais. Os médicos britânicos diziam que qualquer tratamento adicional seria inútil.