Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Encontro de líderes coreanos acalma preocupações de tensão

Encontro de líderes coreanos acalma preocupações de tensão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Entre abraços, apertos de mão e sob os bons auspícios da localidade fronteiriça de Panmunjom, os líderes das duas Coreias reuniram-se de surpresa este sábado.

Alinhados, pelo menos em teoria, mantêm um foco comum no rescaldo de uma semana de altos e baixos diplomáticos: o êxito da cimeira entre os EUA e Coreia do Norte.

"Concordámos que a cimeira de 12 de junho deve acontecer com sucesso e que a nossa viagem para a desnuclearização da península e um sistema de paz perpétuo não deve ser parada. Acordámos cooperar mutuamente nesta matéria", sublinhou o Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

O homólogo dos EUA voltou a deixar antever que o encontro inédito pode vir a concretizar-se: "Apontamos para a data de 12 de junho em Singapura. As coisas não mudaram e estão bem encaminhadas."

Com um tom mais apaziguador, o discurso de Trump junta-se ao alívio que a notícia do diálogo entre os dois líderes coreanos proporcionou ao sul-coreanos depois de o Presidente dos EUA ter cancelado, na semana passada, o encontro previsto para junho.

A decisão de anular a cimeira apanhou a Coreia do Sul de surpresa. Depois de fazer o anúncio incendiário Trump recuou.