Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Apicultores franceses: "Salvem as abelhas!"

Apicultores franceses: "Salvem as abelhas!"
Tamanho do texto Aa Aa

Em França, os apicultores lançaram um grito de alerta, com manifestações em diversas regiões para chamarem a atenção para o fenómenos que está a dizimar milhões de abelhas.

Os profissionais falam de desaparecimento de abelhas em alguns casos a rondarem os 80% dos indivíduos de algumas colmeias. Exigem às autoridades um plano de apoio para as perdas económicas que estão a sofrer e medidas que proporcionem um ambiente viável para as abelhas.

"Há profissionais e ,particularmente, jovens que vão fechar as portas. É preciso uma tomada de consciência sobre um fenómeno ecológico grave que está a acontecer. Há mais de 20 anos que falamos disso e não foram tomadas medidas", diz Thierry Colin, um apicultor bretão.

Os apicultores denunciam a uso de neonicotinóides, os inseticidas que destroiem o sistema nervoso central das abelhas. A lei da biodiversidade já proíbe o uso destes inseticidas a partir do próximo mês de setembro, mas prevê também derrogações até 2020.

No mês passado, a justiça europeia confirmou a interdição de três desses inseticidas. Os apicultores temem que seja demasiado tarde.