Última hora

Última hora

Apicultores franceses: "Salvem as abelhas!"

Em leitura:

Apicultores franceses: "Salvem as abelhas!"

Apicultores franceses: "Salvem as abelhas!"
Tamanho do texto Aa Aa

Em França, os apicultores lançaram um grito de alerta, com manifestações em diversas regiões para chamarem a atenção para o fenómenos que está a dizimar milhões de abelhas.

Os profissionais falam de desaparecimento de abelhas em alguns casos a rondarem os 80% dos indivíduos de algumas colmeias. Exigem às autoridades um plano de apoio para as perdas económicas que estão a sofrer e medidas que proporcionem um ambiente viável para as abelhas.

"Há profissionais e ,particularmente, jovens que vão fechar as portas. É preciso uma tomada de consciência sobre um fenómeno ecológico grave que está a acontecer. Há mais de 20 anos que falamos disso e não foram tomadas medidas", diz Thierry Colin, um apicultor bretão.

Os apicultores denunciam a uso de neonicotinóides, os inseticidas que destroiem o sistema nervoso central das abelhas. A lei da biodiversidade já proíbe o uso destes inseticidas a partir do próximo mês de setembro, mas prevê também derrogações até 2020.

No mês passado, a justiça europeia confirmou a interdição de três desses inseticidas. Os apicultores temem que seja demasiado tarde.