A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

#MeToo: Lasseter vai deixar Pixar e Disney

#MeToo: Lasseter vai deixar Pixar e Disney
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O cofundador dos estúdios de animação Pixar e diretor artístico da Disney Animation John Lasseter foi despromovido para um papel de consultor e deixará a empresa no fim do ano, na sequência de acusações de comportamento inapropriado.

Em novembro, Lasseter já se tinha desculpado por "abraços não consentidos" e atos que tivessem feito com que colegas se sentissem "desrespeitadas ou inconfortáveis".

Realizador de filmes como "Toy Story" ou "Cars", Lasseter foi um dos grandes responsáveis da transformação da Pixar de simples apêndice do serviço gráfico da Lucasfilm a um dos estúdios de animação mais famosos do mundo, multigalardoado e finalmente comprado pela Disney.