EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

#MeToo: Lasseter vai deixar Pixar e Disney

#MeToo: Lasseter vai deixar Pixar e Disney
Direitos de autor 
De  Euronews com AFP / EFE
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cofundador da Pixar e diretor artístico da Disney Animation deixa cargo na sequência de acusações de comportamento inapropriado

PUBLICIDADE

O cofundador dos estúdios de animação Pixar e diretor artístico da Disney Animation John Lasseter foi despromovido para um papel de consultor e deixará a empresa no fim do ano, na sequência de acusações de comportamento inapropriado.

Em novembro, Lasseter já se tinha desculpado por "abraços não consentidos" e atos que tivessem feito com que colegas se sentissem "desrespeitadas ou inconfortáveis".

Realizador de filmes como "Toy Story" ou "Cars", Lasseter foi um dos grandes responsáveis da transformação da Pixar de simples apêndice do serviço gráfico da Lucasfilm a um dos estúdios de animação mais famosos do mundo, multigalardoado e finalmente comprado pela Disney.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos