China quer suspensão das sanções da ONU contra a Coreia do Norte

China quer suspensão das sanções da ONU contra a Coreia do Norte
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pequim espera que as Nações Unidas suspendam as sanções contra a Coreia do Norte após os esforços diplomáticos de Pyongyang.

PUBLICIDADE

Foi com bons olhos que os países do este asiático olharam para o encontro entre Kim Jong-un e Donald Trump.

Para o Japão, este foi o primeiro passo para solucionar as altercações com a Coreia do Norte.

"Saúdo a Cimeira dos Estados Unidos - Coreia do Norte como um passo em frente para uma resolução abrangente das questões que envolvem a Coreia do Norte (...) Em relação à questão dos sequestros, decidi que o Japão tem de enfrentar diretamente a Coreia do Norte e resolvê-la entre os dois países", afirmou o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe.

Pequim espera que as Nações Unidas suspendam as sanções contra a Coreia do Norte após os esforços diplomáticos de Pyongyang.

O porta-voz do Ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Geng Shuang, afirma que "a China tem sustentado que as sanções não são um objetivo em si. As ações do Conselho de Segurança devem apoiar os esforços das atuais negociações diplomáticas para desnuclearizar a Península Coreana e promover uma solução política para a península."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estados Unidos suspeitam que Pyongyang desenvolve novos mísseis

Kim Jung-Un de visita a Pequim

Trump compara problemas legais à perseguição feita ao opositor russo Alexei Navalny