Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Rússia 2018: 20 anos depois, França sagra-se campeã do mundo

Rússia 2018: 20 anos depois, França sagra-se campeã do mundo
Tamanho do texto Aa Aa

A França sagrou-se este domingo campeã do Mundo de futebol pela segunda vez na sua história, ao vencer na final de Moscovo a seleção da Croácia, por 4-2.

Os gauleses, com Didier Deschamps ao comando da equipa, volataram a sorrir depois de terem vencido em casa em 1998, com o agora selecionador a levantar então o troféu como jogador.

No duelo desta tarde no Estádio Luzhniki, a Croácia entrou melhor e dominou a primeira parte, mas foram os franceses a mostrar uma eficácia total.

O primeiro golo surgiu com um autogolo de Mandzukic, aos 18, na sequência de um livre de Griezmann. Porém, bastaram dez minutos para se ver o golo do empate, com Perisic a atirar forte para o 1-1.

Ainda ainda antes do intervalo, aos 38 minutos, Griezmann marcou o 2-1 numa grande penalidade assinalada na sequência de uma mão na bola de Perisic. O lance só foi marcado depois de o árbitro Nestor Pitana ter consultado as imagens, por indicação do VAR.

O 2-1 ao intervalo era cruel para a Croácia, que tinha mais remates e mais posse de bola perante uma França que pouco tinha feito para chegar ao golo.

No segundo tempo, a Croácia regressou cheia de vontade de recuperar, mas foi a experiência francesa a prevalecer.

Pogba, aos 59, e Mbappé, aos 65, elevaram a vantagem rapidamente para 4-1 e deixaram a final praticamente resolvida. As dúvidas só surgiram quando um erro de Lloris permitiu a Mandzukic fazer o 4-2, aos 69.

Contudo, depois de três recuperações na fase a eliminar, a Croácia não conseguiu repetir o feito e acabou mesmo por sair derrotada na sua primeira final.

Os gauleses vencem assim o seu segundo Mundial na história e igualam a Argentina e o Uruguai com duas vitórias.