Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Comissão Eleitoral britânica multa campanha pró-Brexit Vote Leave

Comissão Eleitoral britânica multa campanha pró-Brexit Vote Leave
Tamanho do texto Aa Aa

No Reino Unido, a campanha oficial do Brexit, Vote Leave, vai ser alvo de investigação policial por violação das regras de despesa.

A campanha oficial foi multada pelas autoridades em cerca de 69 mil euros por violação da lei eleitoral. O anúncio foi feito esta terça-feira pela Comissão Eleitoral que já referiu o caso à polícia para investigação.

Segundo a Comissão Eleitoral, foram encontrados indícios e provas substanciais de conluio entre a campanha Vote Leave e o grupo BeLeave que provam que os dois grupos teriam agido em coordenação de acordo com um plano comum não declarado e violando os limites legais de despesa.

"A campanha Vote Leave só podia gastar sete milhões de libras mas a comissão eleitoral encontrou indícios de conluio com outra organização, Be.Leave, o que significa que ultrapassou os limites de despesa em quase meio milhão de libras", afima o correspondente da euronews em Londres, Vincent McAviney.

Em maio a Comissão Eleitoral britânica multou um outro movimento pró-Brexit, Leave.EU, em 79 mil euros devido a múltiplas irregularidades relacionadas com o financiamento da campanha do referendo de junho de 2016 sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

Fundada em 2015 para defender a saída do Reino Unido da UE, a campanha Leave.EU recebeu o apoio do então líder do partido Ukip, Nigel Farage, embora não fizesse parte da campanha oficial do referendo.