EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Centenas de animais mortos por causa de fogos na Grécia

Centenas de animais mortos por causa de fogos na Grécia
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A internet e as redes sociais têm sido vitais para muitos donos encontrarem os respetivos animais de estimação que conseguiram de alguma forma sobreviver

PUBLICIDADE

Os incêndios que dizimaram a região grega de Ática, perto de Atenas, também provocaram a morte de centenas de animais.

Laurence Lefrançois, uma francesa a residir na cidade de Rafina, escapou à última hora. Ficou sem carro e o fogo quase destruiu a casa onde vive, mas apesar do perigo que correu conseguiu salvar uma tartaruga.

"Encontrámos muitas tartarugas mortas, infelizmente. Uma ou duas sobreviveram. Tentámos hidratá-las com água e colocá-las em qualquer espaço verde que restasse. De madrugada vimos algumas raposas que escaparam e andavam a correr. As tartarugas não tiveram tanta sorte", sublinhou Laurence à Euronews.

A jovem estudante Artemis Kyriakopoulou criou um grupo nas redes sociais para apoiar animais que ficaram para trás durante o fogo e estão desaparecidos.

Ruma às áreas consumidas pelas chamas para tentar encontrar sinais de vida. À Euronews, manifestou-se surpresa com o sucesso da iniciativa.

"Através do Facebook organizámos uma equipa busca e salvamento de animais. Muitas pessoas ofereceram ajuda. Estamos agora à procura de voluntários com veículos para nos ajudar a transferir animais. O que faz as pessoas vir até aqui é o facto de serem seres humanos de verdade. Não dá para ficar indiferente, nem aos animais nem às pessoas. Sabemos que existem seres inofensivos abandonados à própria sorte. Não podemos deixá-los assim. Penso que é um dever de todas as pessoas ajudar", disse Artemis.

Os que têm a sorte de ser encontrados são tratados com comida, líquidos e apoio médico. Também é dada uma nova casa aos animais que ficaram órfãos de dono.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bruxelas cria frota de combate a fogos

Inglaterra quer proibir lojas de vender cães e gatos com menos de 6 meses

Construção ilegal terá agravado tragédia em Mita