Última hora

Última hora

Inglaterra quer proibir lojas de vender cães e gatos com menos de 6 meses

Em leitura:

Inglaterra quer proibir lojas de vender cães e gatos com menos de 6 meses

Inglaterra quer proibir lojas de vender cães e gatos com menos de 6 meses
Tamanho do texto Aa Aa

O governo inglês está a consultar uma proposta de lei que proíbe a venda de cães e gatos com menos de 6 meses em lojas de animais ou outros comerciantes, e proíbe também o negócio com animais que tenham menos de 8 semanas, de maneira a evitar a separação dos prognitores de uma forma precoce.

A proposta de lei chega depois da campanha Lucy Law, uma petição nacional que pedia a proibição de venda de animais para fins lucrativos. A organização acabou por partilhar, junto à petição online, vídeos que denunciavam o comércio destes animais.

As assinaturas pela causa não tardaram a chegar e, em maio deste ano, o problema foi debatido no parlamento britânico.

A proposta diz que se quiser comprar ou adotar um animal com menos de seis meses só o poderá fazer num criador oficial ou a num centro de resgate.

O secretário do Meio Ambiente, Michael Gove, diz que esta mudança serve para "melhorar o bem-estar animal".