EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Benfica empata em teste com a Juventus... ainda sem Ronaldo

Benfica empata em teste com a Juventus... ainda sem Ronaldo
Direitos de autor 
De  João Paulo Godinho
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os encarnados acabaram por perder (4-2) o desempate por grandes penalidades, depois de se ter registado um empate 1-1 nos 90 minutos.

PUBLICIDADE

Contra uma Juventus ainda sem Cristiano Ronaldo, o Benfica efetuou este sábado mais um jogo para a International Champions Cup nesta pré-temporada.

Depois do empate a dois golos com os alemães do Borussia Dortmund e o posterior triunfo nos penáltis, os encarnados voltaram a empatar, desta feita a um golo, mas perderam no desempate das grandes penalidades no jogo realizado em Nova Jérsia (EUA).

Os golos só chegaram já no segundo tempo. A equipa comandada pelo treinador Rui Vitória adiantou-se aos 65 minutos, pelo lateral espanhol Alex Grimaldo, na conversão exemplar de um livre direto.

Os heptacampeões italianos não acusaram o golo e intensificaram a pressão sobre a baliza encarnada. E se Benatia ainda deixou uma ameaça com um cabeceamento à barra, Clemenza passou das ameaças aos atos e assinou o empate com um grande golo a seis minutos do fim.

Na decisão das grandes penalidades, a Vecchia Signora foi cem por cento eficaz. Jonas e João Félix falharam as respetivas tentativas e coube ao ex-portista Alex Sandro fechar a contagem em 4-2 a favor da Juventus.

Numa altura em que todas as atenções estão centradas na terceira pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões, frente ao Fenerbahçe, com jogos agendados para 7 e 14 de agosto, o Benfica deixou novamente indicações positivas, apesar do infortúnio da lesão de Facundo Ferreyra, que sofreu um traumatismo craniano.

O Benfica regressa agora a Lisboa para prosseguir a preparação da nova temporada.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Benfica preocupa a poucos dias da batalha pela Liga dos "milhões"

Arrivederci, Buffon! Italiano tira as luvas e fecha carreira repleta de êxitos

Juventus não vai recorrer da decisão da UEFA