EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Alemanha bloqueia ofensiva de grupos chineses

Alemanha bloqueia ofensiva de grupos chineses
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O novo poder de veto de Berlim fez já um grupo chinês retirar a oferta sobre o fabricante de ferramentas Liefeld.

PUBLICIDADE

O novo poder de veto do governo alemão para bloquear tentativas de compra de empresas por parte de grupos estrangeiros já começou a fazer efeito. O grupo chinês Yantai Taihai desistiu de querer comprar o fabricante de ferramentas Liefeld, antecipando o veto que Berlim tinha ameaçado aplicar. Estes poderes alargados são a resposta à política da China em adquirir posições importantes nas empresas alemãs.

"O governo chinês apoia cada vez mais as tentativas de compra. Querem controlar mais empresas de renome mundial, como a BMW ou a Henkel, que todos conhecemos. As aquisições são a forma mais rápida e eficiente de o conseguir", explica a consultora de negócios Yi Sun.

No mês passado, o governo alemão, através de um banco estatal, conseguiu impedir que 20% do capital de uma empresa de rede elétrica caísse nas mãos de capitais do Estado chinês.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rússia comemora primeiro aniversário da anexação de quatro territórios do leste da Ucrânia

Japão diz que G7 tem um papel fulcral na adoção de sanções

China confina província de Jilin