EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Festival da Tragédia Grega em Chipre

Festival da Tragédia Grega em Chipre
Direitos de autor 
De  Anton Khmelnov
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A Euronews na ilha de Afrodite para conhecer um evento único no género.

PUBLICIDADE

Chipre, no mar mediterrâneo. A Ilha de Afrodite acolheu mais uma edição do Festival da Tragédia Grega. Participam seis companhias de teatro selecionadas entre dezenas de candidatas. Existem apenas dois encontros do género em toda a Europa, um em Chipre e outro na Grécia.

As peças são apresentadas em anfiteatros romanos e o auditório é convidado a uma viagem no tempo.

A Euronews esteve no Teatro Romano de Kourion, sudoeste de Chipre, onde falou Christos Georgiu, o diretor do Festival, sobre as particularidades do evento:

"Este festival é o único onde podemos ver antigas produções de tragédia grega. Podem ser vistas peças antigas de teatro cipriota e grego, mas também de outros países. Nos últimos anos, o festival tem-se desenvolvido e tem crescido," explicou.

"Temos tido mais público e recebemos a distinção Festivais para a Europea, da União Europeia. Isso significa que temos um dos melhores festivais do género a nível europeu."

O anfiteatro romano de Kourion conhece o passado multicultural de Chipre. Com mais de três mil anos, passou plos períodos helénico, árabe, assírio, persa e romano. Do período romano ficou a Casa de Eustolios, com uma vista sobre mediterrâneo de cortar a respiração.

A Companhia Nacional de Teatro do Norte da Grécia apresentou Orestes, de Eurípedes. Yannis Anastasakis é o diretor artístico.

"Esta obra permite-nos analisar as nossas vidas. A peça conta a história de Orestes e de Electra. Passaram seis dias da morte de Clitemnestra, depois dos próprios fihos a terem matado", conta Anastakakis.

"Orestes, Eletra e Pílades encaram a sentença da assembleia. Nesta peça, o importante é o amor fraterno, a amizade e um Estado que vive em crise. E o facto da sociedade ignorar problemas que não lhe interessam. E depois temos a juventude, que tenta encontrar o lugar nessa mesma sociedade."

O Festival de Tragédia Grega teve lugar durante o mês de julho.

PARA SABER MAIS: OS SITES A CONSULTAR

www.greekdramafest.com

www.moec.gov.cy/en/cultural_services.html

www.ccoiti.com

www.visitcyprus.com

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Onda de assassinatos choca cidadãos no Chipre

Presidente do Chipre quer que corredor naval humanitário de Gaza "seja um modelo"

Altos funcionários de mais de 30 países reunidos em Chipre para discutir ajuda humanitária a Gaza