EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Viena é a melhor cidade do mundo para se viver

Viena é a melhor cidade do mundo para se viver
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O ranking anual das cidades do mundo com melhor qualidade de vida, coloca, este ano, no topo, Viena. A capital da Áustria destrona, assim, Melbourne, na Austrália. Lisboa perde 12 posições e a pior cidade do mundo é Damasco, na Síria.

PUBLICIDADE

Viena é, em todo o seu esplendor, a melhor cidade do mundo para se viver.

A capital da Áustria surge na primeira posição do Global Liveability Ranking , relegando para o segundo lugar aquela que, durante sete anos, liderou a classificação mundial: Melbourne, na Austrália.

Entre as dez primeiras há duas cidades australianas - Melbourne e  Adelaide -, duas japonesas - Osaka e Tóquio - e o Canadá coloca três cidades nos dez primeiros lugares - Calgary, Vancouver e Toronto -.

O estudo promovido pelo The Economist Intelligence Unit avalia todos os anos 140 cidades no mundo inteiro com base em diversos critérios como estabilidade, segurança, ambiente, cultura, condições climáticas, infraestruturas, educação, serviços de saúde ou gastronomia.

Lisboa está a perder qualidade de vida e desce este anos 12 posições passando da trigésima oitava melhor cidade para quinquagésima quarta.

Em contrapartida, a cidade britânica de Manchester foi a que mais melhorou as condições de vida, ganhando 16 posições no ranking, principalmente devido ao reforço da segurança.

No fim da tabela está Damasco, na Síria,  seguida por Dakha, no Bangladesh e Lagos, na Nigéria.

Lista das 10 melhores cidades em 2018

1. Viena, Áustria

2. Melbourne, Austrália

3. Osaka, Japão

4. Calgary, Canadá

5. Sydney, Austrália

6. Vancouver, Canadá

7. Tóquio, Japão

8. Toronto, Canadá

9. Copenhaga, Dinamarca

10. Adelaide, Austrália

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

As razões do sucesso da habitação social na Áustria

Ataques antissemitas aumentam 300% na Áustria

Produtores de petróleo preocupados com a transição para as renováveis