Última hora

Última hora

Asia Argento terá pago a ator norte-americano que a acusou de abuso sexual

Em leitura:

Asia Argento terá pago a ator norte-americano que a acusou de abuso sexual

Asia Argento terá pago a ator norte-americano que a acusou de abuso sexual
Tamanho do texto Aa Aa

Asia Argento, figura de destaque do movimento #MeToo, tornou-se no centro das atenções nos Estados Unidos e agora em todo o mundo por um inesperado motivo.

O New York Times diz que a atriz terá pago centenas de milhares de euros ao jovem ator e músico Jimmy Bennet depois de este a ter acusado de agressão sexual.

Depois de um encontro num hotel na Califórnia, onde terão mantido relações sexuais, Bennet ter-se-á sentido "confuso" e mesmo traumatizado.

Os meses que se seguiram ao encontro terão sido complicados para o artista, que diz ter perdido rendimentos, estando deprimido e tendo menos trabalho.

O episodio terá acontecido em 2013, quando o jovem tinha 17 anos, sendo menor no estado da Califórnia, o que significa que não tinha idade para dar o consentimento a qualquer ato ou contacto sexual com um adulto.

A atriz e realizadora está entre as dezenas de mulheres que denunciaram uma série de casos que incluem comportamentos sexuais abusivos e acusações de violação por parte do produtor Harvey Weinstein, dos Estados Unidos.

O chamado 'escândalo Weinstein' rebentou em outubro de 2017, com a publicação de artigos no jornal The New York Times e na revista The New Yorker.

Asia Argento acabou por tornar-se um dos rostos do movimento #MeToo - #EuTambém, em em português, e usado como frase-chave para o movimento de denúncia e combate ao assédio sexual de mulheres.

Em maio, no Festival de Cinema de Cannes, discursou contra o assédio e disse ter sido violada nessa mesma localidade por Harvey Weinstein em 1997, quando tinha 21 anos.