Última hora

Última hora

Harvey Weinstein acusado de violação e abuso sexual de duas mulheres

Em leitura:

Harvey Weinstein acusado de violação e abuso sexual de duas mulheres

Produtor Harvey Weinstein ouvido em tribunal
@ Copyright :
REUTERS/POOL
Tamanho do texto Aa Aa

Algemado, mas com um sorriso na cara, foi assim que Harvey Weinstein saiu da esquadra da polícia de Nova Iorque onde esta sexta-feira se entregou.

O produtor norte-americano foi depois levado a tribunal onde foi feita uma primeira leitura dos crimes de que é acusado, violação e abusos sexuais.

Só daqui por uns dias conhece a acusação formal do tribunal, mas a gravidade das acusações fez com que o juíz lhe retirasse o passaporte e estabelecesse uma fiança de um milhão de dólares para que pudesse ir para casa com pulseira eletrónica.

O advogado de Weinstein, Ben Brafman, insiste que os atos sexuais praticados pelo produtor foram todos consensuais e que as acusações do seu cliente carecem de provas factuais.

A ex-atriz Lucia Evans é uma das vitimas que apresentaram uma queixa formal contra Weinstein. Foi uma das mulheres que, em outubro do ano passado, contaram à revista New Yorker as experiências de abusos que viveram com o produtor de 66 anos.

Revelações que deram origem ao movimento #MeToo que levou centenas de mulheres a denunciarem casos de assédio ou abusos sexuais por parte de homens poderosos.

Outrora um dos homens mais influentes de Hollywood, Weinstein já foi entretanto expulso da Academia que anualmente entrega os Óscares. Só deve voltar às luzes da ribalta, a 30 de Julho, quando for de novo a tribunal.