Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

David Beckham distinguido na UEFA à imagem de Eusébio

David Beckham sucede a Francesco Totti em prémio ganho por Eusébio
David Beckham sucede a Francesco Totti em prémio ganho por Eusébio -
Direitos de autor
REUTERS/Beawiharta/Arquivo
Tamanho do texto Aa Aa

David Beckham foi eleito este ano para receber o Prémio Presidente da UEFA.

O antigo capitão da seleção inglesa é considerado pelo líder da UEFA como um "verdadeiro ícone futebolístico da sua geração".

"O Prémio Presidente reconhece feitos notáveis, excelência profissional e qualidades pessoais exemplares. Escolhi David Beckham para ser o contemplado com o prémio deste ano porque tem sido um embaixador global do futebol, promovendo a modalidade e os seus valores pelo Mundo. Os seus esforços humanitários incansáveis, que ajudaram a vida de inúmeras crianças, também devem ser elogiados", destacou Aleksander Čeferin.

Esta distinção começou em 1998 e, embora tenha por princípio focar-se "nos verdadeiros protagonistas, os jogadores", o primeiro agraciado foi o antigo Presidente da Comissão Europeia Jacques Delors.

Em 1999, 2015 e 2016 não houve eleição do Prémio Presidente da UEFA. Pelo meio, Eusébio foi um dos graciados, em 2009, e é até hoje o único português a ter recebido esta distinção.

Beckham tornou-se uma estrela mundial enquanto jogador do Manchester United e do Real Madrid. Pendurou as botas no final de uma curta passagem pelo Paris Saint-Germain após uma segunda passagem pelos LA Galaxy, na MLS, à qual vai manter-se ligado como presidente de uma nova equipa em Miami que deverã começar a competir em 2020 na primeira liga dos Estados Unidos.

Aos 43 anos, o inglês vai receber o Prémio Presidente da UEFA no Mónaco, no final deste ano, sucedendo ao italiano Francesco Totti.

Vencedores do Prémio Presidente da UEFA

1998: Jacques Delors (Comissão Europeia, França);
1999: (Não houve prémio);
2000: Guy Roux (França);
2001: Juan Santisteban (Espanha);
2002: Bobby Robson (Inglaterra);
2003: Paolo Maldini (Itália);
2004: Ernie Walker (Escócia);
2005: Frank Rijkaard (Holanda);
2006: Wilfried Straub (Alemanha);
2007: Alfredo Di Stéfano (Espanha);
2008: Bobby Charlton (Inglaterra);
2009: Eusébio (Portugal);
2010: Raymond Kopa (França);
2011: Gianni Rivera (Itália);
2012: Franz Beckenbauer (Alemanha);
2013: Johan Cruyff (Holanda);
2014: Josef Masopust (República Checa);
2015: (Não houve prémio);
2016: (Não houve prémio);
2017: Francesco Totti (Itália)
2018: David Beckham (Inglaterra).