Última hora

Última hora

Milhares exigem a retirada de imunidade de Cristina Kirchner

Em leitura:

Milhares exigem a retirada de imunidade de Cristina Kirchner

Milhares exigem a retirada de imunidade de Cristina Kirchner
@ Copyright :
REUTERS/Marcos Brindicci
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de argentinos protestaram, na terça-feira, em frente ao edifício de Parlamento, em Buenos Aires, exigindo que seja retirada a imunidade da antiga presidente Cristina Kirchner.

A atual senadora está a ser investigada por, alegadamente ter aceitado um suborno, durante o seu mandato, para favorecer empresários em concursos públicos para construções de obras do Estado.

"Todos aqueles que estão envolvidos em corrupção têm de ir para a prisão. É a única maneira das pessoas começarem a acreditar na justiça e nos políticos", diz um manifestante.

Os manifestantes pediram, ainda, a aprovação da lei de Extinção de Domínio que permitirá ao Estado recuperar as perdas provocadas pela corrupção.

Um argentino afirma que "se a justiça provar que uma pessoa não pode justificar o seu dinheiro, os seus bens, diretamente o Estado assume-os e imagino que eles os disponham de uma maneira mais útil para a sociedade."

Cristina Kirchner disse estar a colaborar com a justiça, autorizando buscas às suas residências, caso sejam necessárias. A antiga presidente assegurou que irá acatar a decisão do Parlamento.