EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Presidente do Zimbabué promete inquérito a violência pós-eleições

Presidente do Zimbabué promete inquérito a violência pós-eleições
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Emmerson Mnangagwa manifestou-se sobre o assunto durante a cerimónia de tomada de posse. Seis pessoas morreram quando o Exército dispersou uma manifestação da oposição

PUBLICIDADE

Emmerson Mnangagwa tomou posse como Presidente do Zimbabué. Durante a cerimónia deste domingo num estádio da capital, Harare, e perante uma multidão de apoiantes, o chefe de Estado apelou aos compatriotas para voltar a página das eleições e deitar as mãos à obra em nome da recuperação da economia em ruínas.

Anunciou a constituição de uma comissão de inquérito para investigar o período de violência pós-eleitoral, durante o qual morreram seis pessoas, e disse que os resultados se tornarão públicos.

"O episódio de violência isolada e infeliz de agosto foi lamentável e inaceitável. Para colocar uma pedra sobre o assunto anunciarei, em breve, os nomes dos elementos da comissão de inquérito à referida violência", sublinhou Emmerson Mnangagwa durante a cerimónia de investidura.

O Movimento para a Mudança Democrática (MDC), principal partido da oposição liderado por Nelson Chamisa, obrigou à suspensão da investidura ao apresentar uma queixa de fraude nas eleições presidenciais junto do Tribunal Constitucional. Os argumentos acabaram por ser rejeitados e o tribunal validou os resultados do escrutínio na passada sexta-feira.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Helicóptero do presidente iraniano faz "aterragem forçada", informa a imprensa estatal

Ministro da Defesa favorito nas presidenciais indonésias

Alexander Stubb eleito presidente da Finlândia