Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Bush e Obama fizeram elogios fúnebres a John Mccain

Bush e Obama fizeram elogios fúnebres a John Mccain
Tamanho do texto Aa Aa

Antigos presidentes dos Estados Unidos prestaram uma última homenagem a John McCain, senador e herói da guerra do Vietname. Foi McCain, vítima de cancro no cérebro, que pediu a George W. Bush e Barack Obama, que o derrotaram na corrida à Casa Branca para lhe fazerem elogios fúnebres na missa, que se realizou na Catedral Nacional em Washington.

"O presidente Bush e eu estamos entre os poucos sortudos que competiram contra o John no mais alto nível na política. Ele fez de nós melhores presidentes. Assim como tornou o Senado melhor. Assim como fez este país melhor. Por isso, alguém como o John ter-me pedido, quando ainda estava vivo, para falar sobre ele quando morresse, é uma honra preciosa e singular", destacou Obama.

John McCain e a família planearam o funeral ao detalhe, tendo o antigo candidato presidencial deixado bem claro que não queria que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, estivesse presente.

O senador vai ser sepultado, domingo, no cemitério da Academia Naval dos Estados Unidos, em Maryland.