Última hora

Última hora

A reação da Rússia às acusações de Londres

Em leitura:

A reação da Rússia às acusações de Londres

A reação da Rússia às acusações de Londres
Tamanho do texto Aa Aa

No dia em que o Reino Unido acusou os serviços de inteligência russos da autoria do envenenamento com Novichok, com a validação do Governo russo, a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Maria Zakharova, foi convidada pela televisão russa para comentar o caso em prime time.

"Insistimos que nos sejam dadas todas as informações e todos os dados sobre este caso. E a Rússia ainda está, apesar de todo o desrespeito e falta de vontade de cooperar por parte do Reino Unido, disposta a colaborar. Queremos que Londres saiba", afirmou Zakharova.

A Euronews entrevistou acerca deste caso um professor universitário que tem sido também conselheiro do Ministério russo dos Negócios Estrangeiros.

"Certamente, alguns serviços secretos estão a jogar os seus jogos e podem matar... às vezes acontece. Mas ninguém ao nível político pode tomar uma decisão dessas. Estou completamente seguro disto", disse Aleksey Podberezkin.

"Não me parece que a Rússia faça alguma coisa. A posição dos nossos serviços secretos é que não reagimos. Não dizemos nem que sim, nem que não. Não tomamos quaisquer decisões. Não damos quaisquer passos. O que é mais importante na realidade é que todos os dias vemos tentativas de deteriorar as relações entre o Reino Unido e a Rússia. E usualmente isto é uma iniciativa britânica", acusou Podberezkin.