Última hora

Última hora

Líbia: UE quer cessar-fogo respeitado

Em leitura:

Líbia: UE quer cessar-fogo respeitado

Líbia: UE quer cessar-fogo respeitado
Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia insta às fações rivais do conflito na Líbia que respeitem o cessar-fogo alcançado esta semana pelas milícias de Trípoli.

A chefe da diplomacia de Bruxelas, Federica Mogherini, pede que os grupos que há dez dias lutam, na capital da Líbia implementem os termos das tréguas, anunciados pela missão das Nações Unidas naquele país.

Foi com júbilo que comunidade internacional recebeu este acordo de cessar-fogo.

Num comunicado conjunto, os Governos de França, Itália, Reino Unido e Estados Unidos da América esperam que o fim das hostilidades garanta a segurança da população.

Os quatro expressaram, ainda, o apoio à missão da ONU na Líbia e ao trabalho do primeiro-ministro Fayez al-Sarraj para promover a reconciliação no país.

De acordo com as autoridades, o cessar-fogo vem colocar fim à violência iniciada a 27 de agosto, no bairro de Salaheddin, em Trípoli. Pelo menos 47 pessoas foram mortas e 1800 famílias foram deslocadas.