Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Plácido Domingo honra a tradição espanhola da Zarzuela

Plácido Domingo honra a tradição espanhola da Zarzuela
Tamanho do texto Aa Aa

Todos os anos a Operalia homenageia as zarzuelas. Desta forma, o concurso internaional de canto lírico preserva esta tradição espanhola com a qual Plácido domingo mantém uma ligação profunda.

O maestro começou sua carreira na companhia de zarzuela dos pais, Plácido Domingo Ferrer e Pepita Embil. artistas famosos no século XX.

"Os meus pais dedicaram a vida à Zarzuela e por isso, desde o primeiro ano, eu disse que queria dar um prémio aos cantores de Zarzuela. E cada vez mais os candidatos cantam esta música"

Muitas vezes comparada à opereta, a zarzuela é uma fusão de música, diálogos e dança.

Na edição deste ano da Operalia, o primeiro prémio foi atribuído à meio-soprano Emily d'Angelo e aos tenores Pavel Petrov e Luís Gomes.

Emily d'Angel:

"É tão apaixonante... Há algo na música espanhola que é muito visceral, que vem do coração. Há sempre alguma coisa obscura que vem de um lugar profundo. Eu não sou espanhola foi fantástica esta experiência de explorar a língua e a cultura. Uma nova experiência para mim. Vou continuar a cantar Zarzuelas".

Pavel Petrov:

Para mim, Zarzuela é cantar com o coração porque é muito dramático. Não falo da voz mas da personagem que estamos a interpretar. É incrível".

Luís Gomes:

“No lugar onde eu cresci, em Portugal, estamos muito habituados a este tipo de música. A música relacionada com touradas. A música com sentimento espanhol é especial para nós". De certa forma, também está no nosso sangue. Eu gosto da música e gosto particularmente da maneira como eles colocam as palavras, as palavras em espanhol nessa música. Sim, foi por isso que decidi cantar zarzuelas".

Plácido Domingo orgulha-se por ter conseguido levar a arte da zarzuela aos quatro cantos do mundo. O Maestro sublinha que cada vez mais aparecem cantores que apreciam e cantam esta música que faz parte da tradição espanhola.