Última hora
This content is not available in your region

Proibição do véu islâmico considerada inválida em Valais

Proibição do véu islâmico considerada inválida em Valais
Tamanho do texto Aa Aa

O Tribunal Federal da Suíça considerou inválida uma iniciativa para proibir o uso do véu islâmico nas escolas públicas, em Valais. Um parecer que confirma a decisão tomada anteriormente pelo parlamento deste estado soberano.

A proposta do Partido Popular atraiu mais de 4 mil apoiantes em 2016. Um número que aciona automaticamente um voto no parlamento, de acordo com a lei suíça. Após a rejeição por parte do parlamento de Valais , em dezembro de 2017, o partido levou a questão ao Tribunal Federal em Lausanne - a mais alta instância da Suíça.

Não é a primeira vez que debate público sobre o direito ou não ao uso do véu islâmico acontece na Suíça. Os juízes apontaram a iniciativa como sendo contra a liberdade de religião já que o uso do véu islâmico é sinónimo de crença religiosa que é protegida pela constituição. Limitar os alunos das suas crenças iria contra este princípio, disse o tribunal.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.