Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Manifestações contra mudança do nome da Macedónia acabam em confrontos

Manifestações contra mudança do nome da Macedónia acabam em confrontos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A mudança de nome da Macedónia já é um assunto antigo. Muitos gregos não aceitam que o país vizinho mantenha na designação oficial "Macedónia", uma vez que a Grécia tem uma província com o mesmo nome.

Para acabar com as discussões, os dois países, Grécia e Macedónia, assinalaram, em junho, um acordo para que a antiga República Jugoslava passesse a designar-se "Macedónia do Norte". Ainda sujeita a referendo, a mudança não agrada as partes nacionalistas de ambos os países.

Centenas de gregos decidiram protestar a mudança de nome pelas ruas de Thessaloniki, na Grécia, cidade onde decorria a Feira Internacional de Salónica, onde Alexis Tsipras, primeiro-minsitro do país, discursou.

Na ruas, ouviu-se "Há uma Macedónia e é grega". As manifestações descontrolaram-se no momento em que alguns manifestantes decidiram atear fogo a vários objetos pelas ruas. A polícia interviu com violência e chegou mesmo a usar gás lacrimogéneo sobre as pessoas. Foram detidos cinco manifestantes.

Enquanto a Feira Internacional decorria, Alexis Tsipras discursou e não fez referência aos protestos que estavam a acontecer a metros do edifício do evento. O primeiro-ministro acabou por discursar sobre a economia do país.