Eleições na Suécia: empate entre esquerda e direita, e extrema-direita com terceiro melhor resultado

Eleições na Suécia: empate entre esquerda e direita, e extrema-direita com terceiro melhor resultado
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nenhuma das forças reune condições para formar governo maioritário.

PUBLICIDADE

Nas eleições legislativas realizadas ontem na Suécia, não há vencedores nem vencidos, o que torna a situação política no momento incerta e complicada.

O Partido de Esquerda, antigo partido Comunista, teve um do seus melhores resultados dos últimos anos mas o partido de extrema direita, Democratas da Suécia (SD), atingiu o terceiro melhor resultado (17,5%), atrás do Partido Social-Democrata (28,3% ) do primeiro-ministro Stefan Löfven e dos Moderados (19,8%), a segunda força mais votada.

No entanto, o empate entre a coligação à esquerda e a aliança dos partidos de direita significa que nenhuma das forças reune condições para formar um governo maioritário. Assim, qualquer dos blocos terá de fazer coligação com formações do outro lado do espectro político para formar governo.

Nos dias que se seguem, terão início as negociações inter-partidárias com esse fim.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Moldova denuncia esforços da Rússia para influenciar referendo sobre UE

Presidenciais eslovacas: vitória de Pellegrini reforça governo eurocético de Robert Fico

Eleições locais na Polónia testam Governo de Tusk há menos de quatro meses no poder