Última hora

Última hora

Líder do Sendero Luminoso volta a ser condenado

Em leitura:

Líder do Sendero Luminoso volta a ser condenado

Líder do Sendero Luminoso volta a ser condenado
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça peruana condenou Abimael Guzmán, o ex-líder do grupo de inspiração maoista Sendero Luminoso, a uma segunda pena de prisão perpétua.

O antigo professor universitário de Filosofia, hoje com 84 anos, gerou alguma tensão na sala. Guzmán já tinha sido condenado pelo atentado à bomba em Lima, em 1992, que matou 25 pessoas e deixou 155 feridos. Nove outros acusados receberam também a pena máxima.

Muitos seguidores de Guzmán, que defendia a instauração de um regime comunista, vieram protestar contra o veredito no exterior do tribunal.