Última hora

Última hora

Super tufão Mangkhut no caminho das Filipinas

Em leitura:

Super tufão Mangkhut no caminho das Filipinas

Super tufão Mangkhut no caminho das Filipinas
Tamanho do texto Aa Aa

Tem um diâmetro de 900 quilómetros e associado à época das monções, tornou-se num super tufão. Milhares de pessoas começaram a ser retiradas do caminho do Mangkhut que se prepara para abater sobre o norte das Filipinas este sábado onde existem milhões de habitantes.

Esperam-se chuvas diluvianas e ventos que poderão rondar os 285 quilómetros por hora, como foi registado na quarta-feira. A preocupação maior é dar assistência aos deslocados.

"Estou com medo, porque disseram que é um tufão muito poderoso, mais forte do que as recentes chuvas das monções. É por isso que estamos com receio", diz uma mulher de bebé ao colo num abrigo.

Classificado de categoria cinco, o Mangkhut deverá atingir a ilha de Luzon na máxima força antes de se deslocar para a China onde deverá ter um impacto considerável sobre Macau e Hong Kong, se as previsões se mantiverem.

O Presidente das Filipinas não exclui a hipótese de pedir ajudar internacional. "Vai depender da severidade da crise. Se arrasar tudo talvez necessitemos alguma ajuda, se existirem países bem intencionados. Mas para já não precisamos, é ainda muito cedo para especular", disse Rodrigo Duterte há um dia, durante uma reunião de emergência.

No caminho do tufão encontram-se 10 milhões de pessoas e importantes campos de arroz e milho em época de colheitas naquele que já é considerado um mau ano agrícola.

Noutros anos, Furacões com intensidade semelhante provocaram milhares de vítimas e milhões de deslocados na Filipinas.