Última hora

Última hora

Papa pede na Lituânia para que lições do passado não sejam esquecidas

Em leitura:

Papa pede na Lituânia para que lições do passado não sejam esquecidas

Papa pede na Lituânia para que lições do passado não sejam esquecidas
Tamanho do texto Aa Aa

O Papa rezou este domingo na Lituânia para que as lições do passado não sejam esquecidas e lançou um aviso contra a propaganda populista que coloca em causa a dignidade humana.

Francisco visitou em Vilnius o museu da ocupação e da luta pela liberdade e em Kaunas o bairro judeu, arrasado pelos nazis fez este domingo 75 anos.

Quando se referem à II Guerra Mundial, os lituanos referem sempre duas ocupações: a alemã e a soviética.

O Papa Francisco fez questão de homenagear os padres que foram perseguidos pela polícia política da antiga URSS e também os judeus lituanos vítimas do holocausto, contou-nos o enviado especial da Euronews a Vilnius.

"Dos 60 mil judeus forçados a mudar-se para o bairro em 1941, apenas dois mil sobreviveram.

O Papa parou ali, numa oração em silêncio, talvez num eco do silêncio que terá enchido aquele lugar de onde quase ninguém saiu vivo", concluiu Claudio Lavanga.