Última hora

Última hora

Conferência Episcopal alemã discute relatório sobre abusos sexuais a 3.677 crianças

Conferência Episcopal alemã discute relatório sobre abusos sexuais a 3.677 crianças
Tamanho do texto Aa Aa

O relatório interno encomendado pela Conferência Episcopal alemã identifica 3.677 vítimas de abusos sexuais por parte de membros da igreja Católica na Alemanha durante um período de quase setenta anos.

As vítimas são, na sua maioria, do sexo masculino e menores de idades inferiores a catorze anos.

O relatório, que foi divulgado na imprensa há duas semanas, causou choque na sociedade alemã. As suas conclusões serão hoje discutidas na Conferência Episcopal, que se comprometeu a levar a cabo um processo aberto e transparente de avaliação do relatório e a tomar medidas para fazer face aos abusos no futuro.

Mas o relatório é neste momento alvo de críticas por não ír tão longe quanto necessário. Por um lado, os documentos a que os investigadores tiveram acesso foram somente aqueles que a própria igreja aceitou facultar. Para além disso, a investigação não recaíu sobre outras organizações que funcionam sob tutela da igreja Católica, tais como escolas, e o relatório não revela a identidade nem dos abusadores nem das vítimas, muitas da quais afirmam não terem sido sequer contactadas pelos responsáveis pela investigação.

Os autores do relatório afirmam temer que a escala dos abusos seja muito maior do que aquela que lhes foi permitido investigar.