Última hora

Última hora

"É hora de Angela Merkel anunciar a data em que abandonará o partido"

Em leitura:

"É hora de Angela Merkel anunciar a data em que abandonará o partido"

"É hora de Angela Merkel anunciar a data em que abandonará o partido"
Tamanho do texto Aa Aa

O chefe do grupo parlamentar da CDU foi destituído do cargo esta terça-feira. Volker Kauder, aliado de Angela Merkel, foi derrotado por Ralph Brinkhau, um dos seus representantes. Os votos: 125 contra 112, com duas abstenções.

Nils Diedrich, professor de Ciência Política da Universidade de Berlim, acredita que esta saída de Kauder significa que é hora de Merkel anunciar a despedida do partido.

"Acho que, lendo nas entrelinhas, isto é um sinal para Merkel, que lhe diz que está no cargo há já muito tempo.", admitiu Diedrich.

"A minha opinião é que chegou a hora de Merkel anunciar, dentro de quatro semanas, o momento em que terminará o governo de coligação.". admitiu.

"Todos sabem que ela não vai concorrer nas próximas eleições, por isso faria sentido que um partido no poder não esperasse até as próximas eleições para anunciar um sucessor, mas sim fazê-lo antes.", disse, dando o exemplo de Kohl, candidato às últimas eleições alemãs.

Reuters
Angela Merkel e Volker KauderReuters

"Há um exemplo famoso: Kohl, também achou que poderia voltar a fazê-lo mais uma vez e não foi reeleito.", afirmou.

"Se Merkel concorresse novamente, seria possível que a CDU não voltasse a ganhar e o partido "Alternativa para a Alemanha" saíria em vantagem." concluiu o especialista em Ciência Política.

A saída de Volker Kauder ficou decida numa votação secreta e nem os apelos de Merkel - para que os deputados deixassem que Kauder continuasse no partido - influenciaram a decisão.

Kauder abandona o posto de líder da bancada parlamentar conservadora ao fim de 13 anos no cargo.