A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Elon Musk processado por fraude

Elon Musk processado por fraude
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O regulador de valores mobiliários e ações dos Estados Unidos acusou Elon Musk de fraude. Na acusação, pede ainda que o diretor-executivo da Tesla, seja "proibido de exercer o cargo" de administrador.

Em causa está uma série de publicações no Twitter onde MusK admite a privatização da empresa, atualmente quotada na bolsa de valores. Musk garantia, em agosto, aos quase 23 milhões de seguidores, que havia um comprador para a Tesla. Uma informação que fez as ações da marca de automóveis elétricos subir 11%.

Para fazer este anúncio, teria de ter informado primeiro o regulador do mercado de ações. Mas acabou por surpreender os investidores ao afirmar nas redes sociais ter financiamento assegurado proveniente de um fundo da Arábia Saudita.

Para a acusação, as declarações de Elon Musk são "falsas e enganosas". O Departamento de Justiça norte-americano está a investigar o caso.